Causas, sintomas e tratamentos do aneurisma cerebral | Araujo e Fazzito

05 de fev de 2019

Causas, sintomas e tratamentos do aneurisma cerebral

Ocasionado por uma dilatação exagerada das artérias intracranianas, o aneurisma cerebral é mais comum em mulheres com idade entre 40 e 60 anos. Quando ocorre um rompimento, o aneurisma pode causar hemorragia cerebral e nesses casos o socorro imediato é essencial. Pacientes que sofrem esse rompimento podem perder todo o controle do corpo, necessitando de acompanhamento cardíaco, neurológico e psicológico, além de correr o risco de perder a memória imediata, habilidade de foco e atenção e uma parte da cognição.

Os principais fatores de risco para o aneurisma cerebral são pressão alta, tabagismo e consumo de drogas. Já os sintomas são dor de cabeça súbita, náuseas e vômitos, perda de consciência e convulsão. As dores de cabeça características do aneurisma cerebral não passam sozinhas. O ideal é buscar ajuda médica, já que a hemorragia pode gerar graves sequelas e até levar o paciente a óbito. Quanto aos tratamentos, inúmeros fatores devem ser avaliados individualmente e só então a equipe médica decide o método mais adequado.

Geralmente o aneurisma sem rompimento não apresenta sintomas, mas novamente, a dor de cabeça súbita e intensa pode ser um indício. Os tratamentos nesse caso incluem medicamentos para o controle da pressão arterial e alguns procedimentos que previnem um rompimento. Só no Brasil são mais de 2 milhões de casos por ano e são necessários alguns exames laboratoriais ou de imagem para diagnóstico preciso.

Fonte: Portal G1

Notícias relacionadas

16 de fev de 2018

O aneurisma cerebral ocorre quando há dilatação da parede das artérias cerebrais, que pode se expandir e romper, causando uma hemorragia no cérebro do paciente. Geralmente, essa dilatação não indica sinais ou sintomas de que está acontecendo, entretanto, quan...

13 de nov de 2017

O neurocirurgião, Dr. Antonio Araújo, aplicou recentemente uma técnica inovadora durante cirurgia para clipagem de aneurisma cerebral no Hospital Sírio-Libanês. Nesta nova técnica usa-se uma substância fluorescente, como uma nano-lâmpada de LED biológica, que...

04 de nov de 2016
Neurologistas do Hospital del Mar em Barcelona, na Espanha, e pesquisadores do Instituto Hospital del Mar de Pesquisas Médicas (IMIM, sigla em espanhol) descobriram que os homens sofrem hemorragias cerebrais com seis anos de diferença para as mulheres e que a localização do hematoma é mais prof...