Cerca de 7% dos idosos brasileiros sofrem com algum tipo de demência | Araujo e Fazzito

16 de nov de 2017

Cerca de 7% dos idosos brasileiros sofrem com algum tipo de demência

Com o aumento da população idosa no Brasil, estima-se que doenças relacionadas ao avanço da idade também sejam mais frequentes. Segundo a Associação Brasileira de Alzheimer, pelo menos 7,1% dos brasileiros com mais de 65 anos já sofrem com algum tipo de demência, sendo o Alzheimer responsável pela metade desses pacientes.

A doença, que já afeta 44 milhões de pessoas em todo o mundo, é conhecida por afetar não apenas o paciente, mas também toda a família, que precisa adaptar casa e rotina para garantir a qualidade de vida desses indivíduos. Atualmente podendo ser tratada com farmacológicos e não farmacológicos, a estimativa é que o mal de Alzheimer afete mais que o dobro de pessoas até o ano de 2030.

Especialistas afirmam que o número de pessoas com mais de 50 anos está cada vez maior, o que aumenta também a probabilidade de novos casos. Além disso, a taxa de vítimas ainda não diagnosticadas está entre 30% e 40% desses pacientes. O diagnóstico pode ser feito por meio de exames laboratoriais, ressonância magnética ou tomografia, que acertam em média 90% das vezes.

Fonte: Portal R7 Notícias

Notícias relacionadas

18 de abr de 2019
Pesquisadores da Universidade de Columbia, nos EUA, avaliaram mais de 5 mil pessoas com idade acima de 50 anos, para descobrir a relação entre a perda auditiva e a saúde mental dos idosos. Os participantes realizaram testes de audição e responderam questões sobre os sintomas da depressão. O r...
11 de abr de 2019
Neste Dia Mundial de Conscientização da Doença de Parkinson, a equipe da Clínica Araújo e Fazzito destaca a importância da prática de atividades físicas na melhora de pacientes diagnosticados com a doença. Segundo uma revisão de estudos publicada pelo Journal of Parkinson's Disease
29 de jan de 2019
Pacientes diagnosticados com transtornos psiquiátricos e neurológicos podem, de modo geral, apresentar sintomas e características bastante similares entre si. Um bom exemplo são as alucinações, que podem acometer tanto pessoas com esquizofrenia quanto as que foram diagnosticadas com Alzheimer....