O sedentarismo está entre os cinco principais fatores de risco de morte no mundo, segunda a Organização Mundial da Saúde (OMS), pois uma pessoa sedentária pode ter diversos problemas de saúde desencadeado por uma vida carente de exercícios físicos.

A ausência de atividade física está ligada ao agravamento de diversas doenças cardíacas, vasculares, alguns tipos de cânceres, diabetes e também é prejudicial à saúde mental.

No momento que a sociedade vive, ficar ativo é uma forma de manter o sistema imunológico em bom estado e ajudar a fortalecer nossa defesa corporal no combate a diversas doenças.

 

Como manter-se ativo durante a quarentena

Para muitas pessoas é difícil manter-se ativo dentro de casa. Isso ocorre porque a grande parte da população considera a falta de equipamento ou espaço necessário para fazer atividades e acaba preferindo ficar no sofá ou entretida com outras situações da rotina.

Mas isso não pode ser desculpa, deixar o corpo em movimento durante a pandemia é de extrema importância e ainda cria o hábito para mantê-lo com disposição quando terminar o isolamento social.

As atividades devem ocorrer independente da faixa etária, por isso, selecionamos algumas que podem ser facilmente encaixadas no dia a dia:

– Yoga
– Brincar com crianças e animais domésticos
– Subir e descer escadas por cinco minutos
– Pular corda
– Alongamento

E você, tem se mantido ativo neste período de isolamento social? Acompanhe o blog da Clínica Araújo & Fazzito e saiba mais sobre esse tema.