Quem é que não gosta de música? Seja ela pop, sertaneja, clássica ou do estilo que for, ouvir música é considerado uma boa opção para tentar lidar com as emoções.

Por conta das características rítmicas e repetitivas, a música age no neocórtex, região do cérebro onde estão as áreas mais desenvolvidas do córtex, acalmando e reduzindo a ansiedade. O cérebro processa o som e o nosso corpo sente os efeitos dele.

De acordo com a mestre em Musicoterapia da Universidade do Estado do Colorado, Molly Warren, a música é uma grande aliada durante a recuperação de traumas e luto, pois serve como calmante, regulando as emoções.

Além disso, a música é uma aliada na redução de estresse, pode ajudar a controlar o mal de Parkinson e Alzheimer, depressão e desordem psicológica.

Mais que um entretenimento é uma terapia que auxilia na busca pela saúde mental!

A Clínica Araújo & Fazzito oferece tratamento neurológico e conta com corpo clínico gabaritado e reconhecido na área!

Conheça nossos serviços  e nos siga nas redes sociais!

/Facebook

/Instagram