A neuropatia periférica é uma condição que afeta os nervos periféricos, responsáveis por encaminhar informações do cérebro e da medula espinhal para o restante do corpo.

Isso pode causar perda da sensibilidade, debilidade e atrofia muscular, principalmente em mãos e pernas. Aqui no blog da Clínica Araújo & Fazzito  já explicamos como ela age no corpo humano, quais são os sintomas que a pessoa afetada sente, a sua evolução e quais os tipos de maneira mais generalizada.

Tipos de neuropatias periféricas

Analisando os tipos de neuropatia periférica

Mononeuropatia

Essa neuropatia periférica é caracterizada pela dor, fraqueza e por algumas sensações anormais no nervo afetado, começando com uma dor fraca e depois aumentando. Veja algumas doenças que entram nessa classificação:

Paralisia do nervo fibular

O nervo fibular é um ramo do nervo ciático que vai para perna e é responsável pelo movimento dos músculos e pela sensibilidade no pé, a paralisia causa a perda ou diminuição da sensibilidade no dorso do pé na parte anterior da perna, além da paralisia muscular com déficit na capacidade de elevar o tornozelo.

Paralisia do nervo radial

Conhecida como paralisia do sábado à noite, consiste na paralisia da extensão dos dedos, fraqueza do punho e perda sensitiva da mão.

Paralisia do nervo ulnar

Essa paralisia é rara, atinge o fechamento do antebraço, é comum nas fraturas expostas com grande lesão das partes consideradas moles.

Síndrome do túnel do carpo

É uma síndrome proveniente de uma compreensão do nervo mediano no canal do carpo e causa formigamento, dores, sensação de choque e fraqueza no punho.

Mononeuropatia múltipla

A mononeuropatia múltipla causa dores, fraqueza, sensações anormais e, geralmente, começa em um lado do corpo e aumenta, sendo normalmente secundária a outras doenças, principalmente ao diabetes. Apesar disso, pode surgir de outros distúrbios metabólicos, doenças infecciosas e do tecido conjuntivo.

Polineuropatia periférica

A polineuropatia não se restringe à distribuição de um único nervo ou membro e, tipicamente, é relativamente bilateralmente simétrica. Ela pode ser proveniente de intoxicação por chumbo, uso de dapsona, picada de carrapato, porfiria ou síndrome de Guillain-Barré e afetam as fibras motoras.

Caso tenha algum sintoma, busque ajuda de um profissional, a Clínica Araújo & Fazzito oferece tratamento neurológico e conta com corpo clínico gabaritado e reconhecido na área!

Conheça nossos serviços e nos siga nas redes sociais!

/Facebook

/Instagram